POLÍTICA

Schroedense centenária será homenageada pela Câmara de Vereadores com a “Comenda Araribá”


Foto: Arquivo/Schroeder Post

A schroedense Thereza Tomaselli Zoz, de 100 anos, será homenageada pela Câmara de Vereadores de Schroeder com a Comenda Araribá. A data da solenidade ainda será marcada.

Conforme a legislação da Casa, a comenda se destina a laurear pessoas físicas ou jurídicas que tenham se destacado, pelo serviço prestado ao município, à comunidade ou nele se destacado pela atuação exemplar na vida pública e particular, e que por seus comprovados méritos sejam merecedores do reconhecimento público. 

Thereza, nascida em 24 de setembro de 1921, foi a primeira filha do casal Antonio Tomazelli e Carolina Ronchi Tomazelli a nascer em Schroeder. Os pais da centenária migraram de Luiz Alves com 4 filhos, para residir na Vila Tomazelli. Thereza foi a 5ª filha da família e, depois dela, vieram outros 7 irmãos. Ao todo, tiveram 12 filhos.

Desde pequena, dona Thereza precisava trabalhar na roça para ajudar no sustento da família. Quando chegou o momento de frequentar a escola, estudou na Santos Tomazelli, sendo aluna do professor que deu nome à unidade escolar. 

Em 1942, conheceu Bruno Henrique Zoz, com quem se casou e passou a morar no Bairro Schroeder I, onde reside até hoje. O casal teve 6 filhos: Anita, Mario, Terezinha, Sarita, Valerio e Evanildo. Viúva, dona Thereza mora com o filho mais novo, Evanildo, e a sua esposa, Lucilda.

Aos 100 anos, ela gosta de dançar e jogar bingo. Frequentava o clube dos idosos de Schroeder e não faltava nenhuma vez. Mas, com a pandemia, deixou as atividades. 

A centenária gosta de cuidar da horta, das flores e possui criação de galinhas. “Ela não para um minuto, sempre gosta de estar fazendo alguma coisa. Seja na sua horta ou cuidando dos seus bichinhos. Ela é muito vaidosa, e está sempre com as unhas pintadas de vermelho”, comentam os filhos. 

O segredo de tanta vitalidade pode estar, também, nos cuidados com o corpo. “Antes de levantar, todos os dias faz exercícios para alongamento. Ela nunca precisou ficar no hospital e não possui nenhuma doença”, apontam os familiares.

Conforme dona Thereza, “agora a vida é tranquila, melhor que assim não tem”. Apesar das dificuldades no passado, hoje não lhe falta nada. Ela agradece a Deus por tê-la deixado chegar aos 100 anos.

Além dos seis filhos, a família da Oma é formada por 16 netos, 21 bisnetos e 6 trinetos.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



POLÍTICA   |   26/11/2021 10h47





POLÍTICA   |   26/11/2021 10h14


POLÍTICA   |   25/11/2021 20h10