ECONOMIA

Com adaptações e avanço na vacinação, empreendimentos vão retomando o ritmo em Schroeder

Com a pandemia afetando um pouco menos a convivência em sociedade neste momento, em razão de uma série de adaptações e do avanço na vacinação, os empreendimentos vão retomando o ritmo e correndo atrás dos prejuízos.

Do período mais difícil até então, em que muitos negócios pararam totalmente, o presidente da Associação Empresarial de Schroeder (ACIAS), Norberto Weiss, diz que ficaram sequelas. No entanto, ele ressalta que agora Schroeder está à frente de muitas cidades.

“Nesse período todo de pandemia, apesar de nós termos tido uns dias parados, o que afetou muito algumas áreas, principalmente as de serviços relacionados diretamente ao cliente, como no meu caso, a gastronomia, ou o setor festivo, outras áreas andaram muito bem”, comenta.

Segundo Weiss, hoje a cidade está andando com paços gigantes, com empresas chegando, e com um saldo positivo de 106 empresas novas nos últimos 12 meses. 

“O que mostra que nosso povo está trabalhando, apesar da pandemia. Nós queremos é fazer a coisa acontecer”, ressalta.

Tanto que, segundo levantamento que a Acias está buscando confirmar, o município teria cerca de 500 postos de trabalho em aberto, sem pessoas qualificadas a preenchê-las.

A questão, agora, destaca o presidente da entidade, é como essa equação será resolvida. “Porque isso envolve setor imobiliário, envolve imigração, novas tecnologias... Nossas famílias hoje têm menos filhos e isso reduz, também, a nossa força de trabalho. Então, precisamos olhar todos esses pontos”, diz. 



“Nós estamos numa região muito empreendedora. E embora seja um momento singular, com a pandemia, estou feliz em estar à frente dos trabalhos da Associação”, completa.

Weiss recorda que a pandemia trouxe muitos desafios, mas também adiantou alguns processos que se arrastavam, como os atendimentos, encontros e outros procedimentos feitos remotamente. Para ele, o panorama hoje é muito mais produtivo do que há dois anos.

De modo geral, ressalta, a maioria das pessoas teve que aprender a interagir melhor pela internet, tanto aqueles que querem passar conhecimento, quanto quem quer absorvê-lo.

PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA

Gestões muito conectadas com o setor público são realidade na Acias, mas não são comuns em outros municípios. A parceria público-privada vem ajudando a transformar a cidade e, segundo Weiss, é uma conquista da cidade e um grande diferencial.

Segundo o empreendedor, é possível que cada setor esteja enxergando o problema de ângulos diferentes, mas há um entendimento global graças a essa relação que a entidade possui com os Poderes Executivo e Legislativo.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



ECONOMIA  |   17/01/2022 13h46