GERAL

"A meta tem que ser desafiadora, mas realista", diz Décio da Silva, convidado da ACIAG

Convidado pela Associação Empresarial de Guaramirim (ACIAG) para falar sobre o sucesso da WEG - que nesta quinta-feira (16) chega aos 60 anos -, o presidente do Conselho de Administração da companhia, Décio da Silva, explanou sobre motivação, capacitação, formação de lideranças, gestão participativa e, também, sobre metas, desenvolvimento do empreendimento e sucessão.

“A meta tem que ser desafiadora, mas realista, exequível”, disse conselheiro da WEG, que atuou como CEO durante 18 anos na empresa.  

Décio lembrou as lições deixadas pelos fundadores da companhia, Werner Voigt, Eggon João da Silva e Geraldo Werninghaus, ao abordar o tema “WEG 60 anos: Motivação a Base do Êxito”.

“Eu acho que muitos de vocês conhecem uma frase que o Sr. Eggon, nosso fundador, cunhou há muito anos, que dizia que ‘se você não tem máquinas você pode comprar, se você não tem dinheiro, você pode buscar um empréstimo, mas pessoas motivadas são a base do êxito’”, revelou.

Embora a intenção não fosse tirar a importância da tecnologia, máquinas e equipamentos, nem da capacidade financeira das companhias, os fundadores deixaram claro que as pessoas envolvidas com a missão da empresa, são o elo mais importante de qualquer organização. “Pessoas capacitadas e motivadas”, destacou.

Para ele, o principal pilar das pessoas motivadas são as oportunidades de crescimento pessoal e profissional, embora outros fatores devam ser levados em conta, como ambiente de trabalho, benefícios e remuneração.

Décio salienta que se uma empresa não cresce, não dá oportunidade para os que estão abaixo dos cargos maiores.

“Se ela apresenta crescimento, ela abre novas linhas de produto, expande a sua fábrica, abre filiais em outras regiões, abre mercados em outros países, isso faz a máquina girar e acontece a oportunidade de efetivamente promover as pessoas. Empresas que crescem atraem novos talentos e geram muito orgulho e motivação para a equipe”, disse.

Para ele, é imprescindível que o empreendedor sonhe e tenha ambição, mas que esses sonhos sejam transformados em linhas de ação em longo prazo: a estratégia.

Por fim, o presidente da ACIAG, Adilson Cesar Demathe, agradeceu a participação de Décio da Silva e ao Grupo WEG, que durante 60 anos de existência contribuiu para alavancar Guaramirim, por meio da WEG Tintas e WEG Metalúrgica, com quase 1.100 colaboradores.

“Gerando emprego e renda, sem nunca descuidar do social, uma característica muito forte da empresa e de seus colaboradores, e esses incentivados ao voluntariado”, declarou Demathe.

Na oportunidade a ACIAG entregou uma placa celebrativa aos 60 anos da WEG.

A palestra está disponível no canal do Youtube da Associação Empresarial de Guaramirim.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM