REGIONAL

Mais 1,4 mil pessoas estão com segunda dose da vacina contra Covid-19 atrasada em Guaramirim


Vacinação incompleta pode criar ambiente propício ao surgimento de variantes mais resistentes

Em Guaramirim, mais de 1,4 mil pessoas deixaram de realizar a aplicação da segunda dose (D2) do imunizante. É por isso que a Secretaria Municipal de Saúde de Guaramirim pede que todos fiquem atentos às datas para não deixar de completar o esquema vacinal.

Quem está no grupo dos que deixaram a data passar e ainda não tomaram a D2, deve procurar a Central de Vacinação para fazer a imunização.

São necessárias duas para garantir a imunidade contra o coronavírus. Ao todo, 993 pessoas que receberam a primeira dose da vacina Oxford-AstraZeneca e 461 pessoas que receberam a CoronaVac estão com a imunização pendente.

De acordo com a Secretaria de Saúde, a pessoa que não completa o esquema vacinal fica mais vulnerável à infecção pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2) do que aquela que recebeu as duas doses.

Ou seja, além de se expor ao risco de ser contaminado e adoecer, essa pessoa não ajuda a controlar a circulação do vírus.

E tem mais: conforme o setor da Saúde, a vacinação incompleta pode criar um ambiente propício para o surgimento de variantes ainda mais resistentes do coronavírus.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



REGIONAL  |   22/11/2021 12h26





REGIONAL  |   22/11/2021 11h37


REGIONAL  |   22/11/2021 11h31